Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Lixo - Menos mais
País: Brasil
Fonte: ABRELPE
Data: 8/2004
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Ecologistas pregam menos consumo como forma de salvar o planeta

Se soubesse que a humanidade consome muito mais do que o planeta consegue renovar, voc estaria disposto a mudar alguns hbitos de compra? Pois pode se preparar para rever muitos conceitos. Apesar dos vrios bolses de misria espalhados em muitos pases, a populao mundial consome de 20% a 30% a mais do que a Terra pode suportar. Se todos consumissem como os norte-americanos, seriam necessrios mais quatro planetas iguais a este para garantir o bsico para a sobrevivncia, como alimentos, gua e energia. A informao est no site do Instituto Akatu, uma Organizao No-Governamental (ONG) brasileira que defende e divulga a idia do consumo consciente como uma forma de diminuir o impacto negativo que uma sociedade altamente consumista causa ao meio ambiente.
O homem desperdia gua, energia, alimentos e no d uma destinao adequada para o lixo que gera a todo momento. Diariamente, em todo o Brasil, toneladas de resduos so descartadas nos aterros sanitrios e lixes a cu aberto. Os paranaenses produzem, diariamente, segundo a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hdricos, 20 mil toneladas de lixo, sendo 8 mil toneladas de material potencialmente reciclvel.
O problema que grande parte das pessoas no se preocupa ou no tem o hbito de separar o lixo comum do reciclvel e muitos municpios ainda no implantaram um programa de coleta seletiva.
Em Curitiba, onde a coleta seletiva foi implantada h 15 anos, 70% da populao participam ativamente do programa, fazendo com que 25% do total de resduos produzidos sejam reciclados (veja texto nesta pgina). A meta da Secretaria Municipal do Meio Ambiente elevar esse ndice para 40% em dois anos, diz a superintendente de Controle Ambiental da Prefeitura de Curitiba, Dayse Cristina Senna.
Um dos fatores que pode ajudar a capital a alcanar essa meta a concretizao de um programa que est sendo implantado no Paran pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Trata-se do Plano de Gesto de Resduos (PGR), que dever ser apresentado pelos grandes geradores de lixo, como shoppings, supermercados, empresas. O coordenador estadual de Resduos Slidos da Sema, Laerty Dudas, explica que o plano vai detalhar quantidade e tipo de resduos gerados na empresa e a destinao para esse material. Segundo o coordenador, no h um prazo limite para a concluso do PGR, mas os trabalhos esto em andamento. ‘‘‘‘Lixo uma questo educacional. Todo mundo tem que fazer a sua parte.‘‘‘‘
‘‘‘‘Os nossos avs davam um banho de ecologia. Eles levavam a prpria sacola para o mercado na hora de fazer compra e no vinham cheios de sacolas de plstico (que acaba gerando mais lixo)‘‘‘‘, comenta Dudas.
Tornar-se um consumidor consciente, segundo ele, envolve aes simples. Se um comprimido que se compra na farmcia j vem embalado, do laboratrio, no preciso pedir para o balconista coloc-lo em um envelope de papel. ‘‘‘‘Voc no vai fazer nada com isso (envelope). S vai gerar mais lixo‘‘‘‘, ensina o coordenador da Secretaria de Estado do Meio Ambiente.
Ao se hospedar em um hotel, o consumidor consciente no muda os hbitos dirios. ‘‘‘‘Se em casa a gente no troca de toalha e nem de lenol todos os dias, no precisa fazer isso em um hotel‘‘‘‘, comenta Dudas. ‘‘‘‘Isso seria um desperdcio de gua.‘‘‘‘http:/>