Curiosidades

  • Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Lixo radioativo
País: Brasil
Fonte: http://www.meusestudos.com/ecologia/reciclagem-de-lixo/lixo-radioativo.html
Data: 10/2007
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
O que radioatividade?

Em 1896, um cientista francs, Antoine Becquerel, estava estudando o elemento urnio. Casualmente, ele colocou o urnio perto de uma placa fotogrfica e, olhando para a placa, algum tempo depois, viu marcas pretas incomuns sobre ela. O urnio estava desprendendo, ou emitindo, partculas (ou raios), que estavam afetando a placa. Foi assim que se descobriu a radiao.


Estes tambores de lixo raioativo esto sendo transportados para depsitos especiais. Medidas rgidas de segurana so necessrias, como o encaixamento em concreto ou ao.





A radiao emitida por muitos outros elementos, alm do urnio - rdio, potssio, trio, carbono e iodo so apenas alguns desses elementos -, chamados radioativos. Toda radiao pode ser prejudicial aos homens e outros animais, porque danifica as clulas vivas. Quanto maior for o nvel de radiao, maior ser o dano. As pessoas tm usado essa capacidade destrutiva da radiao para tratar algumas doenas, como o cncer. Uma determinada dose de radiao aplicada no paciente para matar clulas cancerosas do corpo.

Materiais radioativos so utilizados na agricultura, indstria, medicina, em pesquisas cientficas e engenharia, bem como na produo de energia e bombas nucleares. Todos esses processos produzem lixo que deve ser descartado. Embora toda radioatividade se desintegre com o tempo, alguns materiais levam muitos milhes de anos para se desfazerem. importante, portanto, que o lixo seja estocado seguramente, para no prejudicar a vida da gerao atual e das futuras.

Lixo de baixo nvel de radiao

Esse um lixo de vida curta, que tem baixo teor de radioatividade. Inclui a roupa protetora contaminada e alguns equipamentos de hospitais, fbricas, universidades e de indstrias de energia nuclear.

Mtodos de descarte: enterrar em fossos; jogar no mar, dentro de tambores de ao (isso no mais permitido em alguns pases); certos lixos lquidos so lanados no mar e o gasoso descarregado na atmosfera.

Lixo de nvel intermedirio de radiao

constitudo por lixo slido de maior volume, como equipamentos usados, frascos de transporte e lama radioativa de usinas atmicas, de fbricas de processamento de combustvel e unidades de fabricao de armas nucleares.

Mtodo de descarte: envolver em concreto e armazenar em locais especiais, geralmente em usinas atmicas. Pesquisadores esto procurando mtodos de descarte em armazns subterrneos, ou nas partes mais profundas do mar.

Lixo de alto nvel de radiao


Em outubro de 1988, militantes alemes do Greenpeace protestaram contra o depsito de lixo nuclear sueco em seu pas.





Esse tipo de lixo inclui combustveis slidos e lquidos usados em indstrias de energia nuclear.

Mtodos de descarte: os lquidos so estocados em tanques de ao inoxidvel, envoltos em concreto, num local apropriado. Podem tambm ser solidificados em vidros e armazenados em containeres de ao dentro de construes de concreto ou em armazns subterrneos. Pesquisadores estudam a possibilidade de serem depositados nas profundezas dos oceanos.

Dispor seguramente do lixo radioativo um problema controverso. Muitas pessoas esto preocupadas com a radioatividade, principalmente porque no pode ser vista, tocada, cheirada ou experimentada. Um grande nmero de grupos locais tm batalhado contra o descarte de lixo em suas regies. Grupos de defesa ambiental tm, tambm, empreendido longas campanhas para acabar com os depsitos de lixo radioativo. Em 1983, uma bem-sucedida campanha do Greenpeace ps fim a um depsito no Oceano Atlntico. Em 1984, os militantes do Greenpeace impediram, temporariamente, que pipas contendo lixo radioativo lquido da fbrica nuclear Sellafield fossem lanadas no Mar da Irlanda.


O acidente nuclear de Three Mile Island, em 1979, pr