• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Humanidade poder morrer sob bilhes de toneladas de seu prprio lixo
País: Brasil
Fonte: http://www.agsolve.com.br/noticia.php?cod=1288
Data: 8/2011
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
Curiosidade (texto):
Por Murilo Otvio Rodrigues Paes Leme O governo do Mxico resolveu fechar o maior aterro de lixo da Amrica Latina, Bordo Poniente, localizado no longe da capital do pas. O aterro de lixo tem seu fechamento programado para janeiro de 2009. A rea de lixo de aproximadamente 1.000 hectares tornou-se, h muito tempo, alvo de ativistas ambientalistas locais. A extino do aterro marcar o fim da longa luta deles. Ningum no mundo sabe o que dever ser feito de dezenas de milhares de toneladas de lixo que aparecem todo dia. Se a espcie humana no descobrir algum mtodo ou processo revolucionrio para processar o prprio lixo, as conseqncias sero sentidas nos prximos anos. No menos de 60 milhes de toneladas de lixo domstico foram despejados em Bordo Poniente no decorrer dos 13 anos de sua existncia. O aterro gigantesco fica em segundo lugar, atrs apenas da mal-afamada Sopa de Plstico no Oceano Pacfico - o despejo flutuante de at 100 milhes de toneladas de lixo que ocupa cerca de um milho de quilmetros quadrados. Os ecologistas dizem que o aterro mexicano exerce enorme influncia no ambiente. Especialmente no que diz respeito a precipitao - a profundidade pode atingir 13 metros em alguns lugares. Em decorrncia, produtos lquidos da decomposio penetram nas guas subterrneas, tornando-as absolutamente imprestveis. Tais aterros so perigosos por diversos motivos. Envenenam as guas subterrneas e criam ninhos de matria decomposta, onde o metano, com freqncia, provoca fortes incndios, muito difceis de apagar. A fumaa venenosa emitida como resultado da combusto a cu aberto do lixo tem influncia muito deletria na sade das pessoas. Para tornar as coisas piores, os aterros geram centenas de germes extremamente perigosos. A comunidade internacional no tem nenhuma forma de resolver o problema da reciclagem. A maioria das pessoas que produzem dezenas de quilos de lixo por dia sinceramente acredita que seu lixo desaparece imediatamente depois de elas jogarem um saco de lixo numa lata. Uma pessoa produz, em mdia, no menos de 350 quilos de lixo por ano. Dez por cento dessa quantidade sero queimados, oitenta por cento sero enterrados, e os dez por cento restantes sero deixados na superfcie do solo. A humanidade joga fora at 2,1 trilhes de toneladas de lixo por ano. Essa cifra continua a aumentar todo ano. Especialistas dizem que o problema do lixo to srio quanto o problema do aquecimento global ou das armas nucleares. O supervisor do programa de txicos do Greenpeace na Rssia, Aleksey Kiselev, disse que o problema do lixo na Rssia muito srio. "At 97 % do lixo so enterrados, e 3% so queimados. Essa abordagem est errada, para falar de maneira branda. A Rssia dispe tanto de recursos tecnolgicos quanto de meios financeiros para resolver os problemas relacionados com a reciclagem. Os polticos russos precisam entender a importncia desse problema para tentar resolv-lo," disse ele RBC Daily. Fonte: PRAVDA.Ru Ateno: As informaes contidas nesta notcia so de responsabilidade dos autores e no expressam a opinio da Ag Solve. Para informaes sobre o contedo reproduzido nesta pgina, entre em contato diretamente com a fonte citada.