• Patrocinado por:

  • Busca

    Palavra Chave:

    Data:





Curiosidades


Assunto: Brasil lder mundial em reciclagem de embalagens de agrotxicos
País: Brasil
Fonte: Planalto
Data: 6/2013
Enviado por: Rodrigo Imbelloni
URL: http://www2.planalto.gov.br/imprensa/noticias-de-governo/brasil-e-lider-mundial-em-reciclagem-de-embalagens-de-agrotoxicos
Curiosidade (texto):
O Brasil mantm a liderana mundial no recolhimento e destinao final de embalagens vazias de produtos agrotxicos. Os dados sobre a logstica reversa destes materiais so do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), ONG criada pelos fabricantes de defensivos agrcolas para ser responsvel pela destinao final do material, que aponta um recolhimento de 94% do total descartado no pas. Desde a entrada em vigor da Lei n 9974/2000, que instituiu a obrigatoriedade de recolhimento e destinao final das embalagens de agrotxicos, atribuindo responsabilidades para cada elo da cadeia produtiva, foram mais de 246 mil toneladas de embalagens recicladas, um volume que vem crescendo ano a ano: foram 37.379 t em 2012, percentual 9% superior ao de 2011, que foi de 34.202 t, enquanto a meta para 2013 de 40 mil toneladas de embalagens vazias. Os estados lderes na devoluo de recipientes de agrotxicos, segundo o Inpev, so Mato Grosso, Paran, So Paulo e Gois. De janeiro a dezembro de 2012, os produtores rurais do Mato Grosso devolveram 8,6 mil toneladas (t) de embalagens vazias de agrotxicos. No Paran, no mesmo perodo, foram recolhidas 4,8 mil t, em So Paulo 3,7 mil t e em Gois foram 3,5 mil t. Os pases que mais encaminharam para destinao final, neste mesmo perodo, foram Alemanha (76%) Canad (73%) Frana (66%) Japo (50%) Polnia (45%) Espanha (40%) Austrlia (30%) e Estados Unidos (30%). Antes da Lei 9974/2000, as embalagens eram enterradas ou queimadas. Agora, a responsabilidade pela destinao final do material comea com o agricultor, que deve lavar e perfurar as embalagens, para evitar a reutilizao, devendo restituir central de distribuio do produto em at um ano, sob pena de pagar multa de at R$ 20 mil. Os comerciantes devem apontar, na nota fiscal, o ponto de entrega do material ou encarregar-se da coleta nas propriedades rurais. Por fim, as embalagens so entregues Inpev, que se encarrega da reciclagem. Fonte: Portal Planalto